Notas de Aula

Como se relacionam epistemologia e ontologia?

Por pressuposição recíproca!

Não sendo possível realizar a fundamentação última de nossas teorias sobre o que existe ou pode existir (nossas ontologias), o exercício da dúvida permanece como uma dimensão incontornável do processo de conhecimento. O conhecimento do mundo permanece como um problema a ser sempre reposto. Nesse sentido, qualquer teoria ontológica pressupõe justamente aquela disciplina filosófica que problematiza o conhecimento, e sempre renova o diálogo com o ceticismo: a epistemologia. A ontologia pressupõe a Epistemologia.

Mas igualmente o inverso: enquanto problematiza o conhecimento, a epistemologia carrega consigo a questão: quem ou o que é  o sujeito que pretende conhecer o mundo, o sujeito cognoscente? Epistemologias que bloqueiam por princípio a possibilidade de enfrentar esta questão são epistemologias irreflexivas e, justo por isso, dogmáticas – como exemplo: a filosofia transcendental kantiana, enquanto trata o sujeito como coisa-em-si, um enigma perante nossos recursos conceituais. Também gosto de chamá-las epistemologias puras, porque se supõem imunes à questão ontológica. Enquanto leva a sério o problema ontológico da existência do sujeito cognoscente ou agente epistêmico, toda epistemologia tem consciência de seu vínculo indissolúvel com a ontologia.

Padrão