Fragmentos

Sem a pressuposição do tempo é impossível entrar na Lógica de Hegel, com esta pressuposição não é possível permanecer nela.


Parafraseando o dito de Jacobi sobre a coisa-em-si em Kant.


Comentário


O idealismo evolutivo coincide com o idealismo objetivo na tese da identidade entre ser e pensar (em sua estrutura lógica), mas se afasta deste na negação do dualismo entre a esfera lógica e a esfera real (pense no dualismo entre sensível e inteligível em Platão ou no dualismo entre Lógica e Filosofia do Real em Hegel).

A presença incontornável do tempo é o fator que faz reverter o idealismo objetivo em idealismo evolutivo, desfazendo a suposta autonomia da esfera lógica, e permitindo reconciliar a dialética consigo mesma.

Sem tempo, não há movimento. Sem movimento, não há dialética.

Nesse sentido, o tempo cumpre em ontologia a mesma função da dúvida em epistemologia.

O tempo e a dúvida fazem convergir a ontologia relacional deflacionária (idealismo evolutivo) e o falibilismo generalizado ou irrestrito.

Puerto Varas

Padrão